Ao todo, oito peças foram reformadas e instaladas novamente na passagem, por onde trafegam 14 mil veículos por dia

 

Quem passou pela Ponte Costa e Silva nesta quarta-feira (28) pôde perceber que algo está diferente. São as novas placas de sinalização da passagem, que a partir de hoje deram outro tom ao cenário do elevado.

O 2º Distrito Rodoviário do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF) instalou as oito placas na entrada e saída da ponte, cada uma medindo 3 metros de largura por 1,20 metros de altura. As peças foram retiradas na semana passada, levadas à fábrica de placas do órgão, restauradas e recolocadas hoje.

O responsável do DER/DF pelo serviço, Paulo Izidoro da Silva, acompanhou todo o trabalho e comentou que a restauração já era aguardada há bastante tempo, pois desde a instalação das placas originais, em abril de 1995, nenhuma delas havia passado por manutenção.

“Todas as peças estavam sujas, enferrujadas e amassadas, além de ilegíveis. Além de ser perigoso, o motorista que chega à nossa cidade e quer se orientar pelas placas fica perdido, sem orientação”, alertou.

Hoje a equipe composta por oito servidores retirou também a placa central do semáforo. A peça será levada ao Parque Rodoviário, em Sobradinho, onde passará por uma revitalização total e em alguns dias voltará ao seu local de origem.

Para o analista financeiro Antônio Carvalhedo, de 67 anos, a reforma veio em boa hora. “Como há pouco tempo houve um acidente em que um caminhão entalou naquele viaduto mais abaixo, e com o anúncio da reforma da ponte pelo governo, é mais do que bem-vinda a troca das placas velhas por novas. Aqui vai ficar muito bonito”, disse.

Todo o serviço de instalação contou com o apoio do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF), que assegurou a boa fluidez do tráfego de veículos no local.

*Com informações do DER-DF e Agência Brasília

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here