Moro ataca Datafolha, fez uma “pesquisa mal feita”

0
392
ministro Sérgio Moro e bandeira do Brasil

Pelo twitter, ministro Sérgio Moro rebateu o Datafolha. Segundo ele a pesquisa sobre sua lei anticrime é “mal feita”.

Manchete do jornal Folha de São Paulo, desta quinta-feira (11), estampa: “Maioria é contra pontos-chave de pacote anticrime de Moro“. A matéria contém dados recentes de pesquisa Datafolha sobre a lei anticrime do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

De acordo com a Folha, “uma parcela expressiva” da sociedade avalia que a “polícia não pode ter liberdade para atirar em suspeitos porque pode atingir inocentes (81%)”. Além disso, segundo o jornal 82% da população acredita que “quem atira em alguém por estar muito nervoso deve ser punido”.

Moro rebate à Folha, alegando que o método da pesquisa é baseado em ideias preconcebidas que não refletem suas propostas.

Pela interpretação da matéria da Folha, a medida é na prática uma “instituição de um excludente de ilicitude, ou uma imunidade, para policiais e militares que matarem em serviço”.

Ainda segundo o ministro, “nenhuma das perguntas feitas na pesquisa dizem respeito a medidas constantes no projeto de lei anticrime”, tuitou.

Para Moro, o Datafolha simplesmente não acerta no que seriam os pontos chaves do pacote: “medidas simples e eficazes contra corrupção, crime organizado e crimes violentos”. O ministro cita a pesquisa do Instituto DataSenado como “correto sobre o índice de conhecimento e de aprovação do projeto de lei anticrime”.

A matéria confirma o respaldo e a boa reputação do ministro. Contudo, o jornal diz que acessou a minuta comentada do projeto e que lá está provado que projeto de Moro não é embasado nos fatos, estudos ou boas práticas.

Na interpretação da Folha, Moro estaria misturando medidas de apoio popular com outras sem apoio e tentando aprová-las num pacote.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here