Mestre D’Armas: área de preservação ambiental é devolvida ao DF

0
87

Operação de retirada de invasão, que durou quatro dias, conseguiu limpar área correspondente a 27 campos de futebol

Mais uma importante área de preservação ambiental permanente foi devolvida à população do Distrito Federal. Deflagrada nesta semana, a operação de desocupação na Estância Mestre D’Armas, em Planaltina, foi coordenada pelo Comitê de Gestão Integrada do Território do Distrito Federal, composto por 11 órgãos de governo. Quase 900 edificações foram desconstituídas, entre os dias 26 e 29 de março. O trabalho contou com a participação de 200 pessoas. A operação de retirada da invasão conseguiu limpar área correspondente a 27 campos de futebol.

A Secretaria de Desenvolvimento Social informa que realizou atendimento às famílias e indivíduos do local, disponibilizando os serviços de acolhimento e acompanhamento pela rede socioassistencial, porém as famílias recusaram.

Saiba mais
O processo de invasão começou em novembro de 2018. Entre janeiro e março deste ano, foi registrado, naquele local, um crescimento de aproximadamente 93% da área ocupada – 27,5 hectares –, configurando uma expansão de invasões. Uma parte expressiva da invasão é ocupada por pequenos e precários barracos, que, sem moradores, foram construídos somente para “marcar” lugar.

A localidade não é passível de regularização, pois parte da área está destinada ao Parque Ecológico do DER, não admitindo uso urbano residencial. Já outra parte está reservada para realocação de famílias excedentes das áreas irregulares mais antigas. O restante se encontra dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) de São Bartolomeu, na Zona de Conservação da Vida Silvestre, onde não é permitido o uso urbano.

Protesto
Como forma de protesto, no segundo dia de operação (27), populares atearam fogos em edificações de madeira. Foi necessário reforço da tropa de choque da Polícia Militar para manter a ordem e a segurança local. Duas pessoas foram detidas por desobediência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here