Governador Ibaneis Rocha condecorado

0
89

Homenagem aconteceu durante solenidade dos 30 anos do Tribunal Regional Federal da 1ª Região

O governador Ibaneis Rocha foi homenageado nesta segunda-feira (1°) com o colar do mérito Judiciário Ministro Nelson Hungria, a maior condecoração do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). O reconhecimento – pela primeira vez concedido a um advogado – aconteceu em solenidade dos 30 anos da instituição.

“Para mim é uma honra muito grande. Passei 25 anos advogando neste tribunal, então é o reconhecimento por esse trabalho, a maneira sempre carinhosa que sempre tratei essa Corte”, disse o chefe do Executivo, que fez questão de estar acompanhado dos filhos, Caio Rocha (20) e João Pedro (13). “Acho que homenagens como essas edificam o ser humano que nasceu e gosta do trabalho. Tenho certeza que isso é fruto de um relacionamento que construí durante toda a minha carreira profissional”, enfatizou.

Bastante assediado por colegas de togas, autoridades e convidados, o governador foi ainda elogiado pelos seus serviços prestados à advocacia e sua experiência jurídica, assim como pela escolha de recente carreira política, que culminou na vertiginosa escalada ao Palácio do Buriti com a aclamação de mais de 1 milhão de eleitores. “A política é importante para se construir diálogos e uma nação digna”, comentou o ex-presidente Nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, um dos oradores do evento.

Outras personalidades ilustres do segmento, como o ex-ministro do Supremo, Ayres Britto, e o atual ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Antonio Herman de Vasconcellos e Benjamin, também estavam entre os agraciados.

História

Com sede em Brasília desde 1988, a partir da promulgação da atual Constituição, e na ativa desde 1989, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) começaria seus trabalhos sob a competência de 18 magistrados.

É o maior dos cinco Tribunais Federais espalhados pelo país, estendendo sua jurisdição no Distrito Federal e outros 13 estados, entre eles Bahia, Goiás e Minas Gerais.

“Corresponde a 80% do território nacional, com uma atuação extraordinária”, destacou o vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ),
Humberto Soares Martins, um dos integrantes da mesa de honra do encontro.

Por estar situado no coração do Brasil, onde se concentra as decisões nacionais, a Corte, atualmente presidida pelo desembargador Carlos Eduardo Moreira Alves, atrai competência universal sobre todo o território brasileiro.

Destaca-se pelo grande volume de processos, cerca de 500 mil casos em tramitações. Uma das oradoras dos 30 anos do TRF1, a desembargadora Mônica Sifuentes refletiu sobre a importância de se fazer uma justiça eficiente e rápida em tempos de pressa e comunicação instantânea.

“O tempo do juiz é o tempo da prudência”, destacou, citando, entre outros, o físico alemão, Albert Einstein, e o poeta Paulo Leminski.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here