Tecnologia auxilia estudos para o Enem

Nei Vieira

Diretor Pedagógico dos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio do Colégio Sériös

Com a necessidade do isolamento social, em função da pandemia, as instituições de ensino readaptaram a rotina de estudo de seus alunos em todas as regiões do Brasil. Além de migrar as aulas presenciais para o meio digital, muitos colégios investiram em recursos extras para auxiliar os estudantes na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. No Distrito Federal, o Colégio Seriös disponibilizou plantões de dúvidas online, com suporte de 24 horas, pela plataforma PLURALL, do Sistema Anglo de Ensino. Com a ferramenta, é possível ter acesso a vídeo aulas e também a um banco interminável de questões com gabarito e resoluções em vídeo. O diretor pedagógico dos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio da instituição, Nei Vieira, explica, nesta entrevista, como a pandemia está mexendo com a rotina de alunos e profissionais da Educação.

Qual a proposta de ensino do Colégio Sériös?

Há oito anos no mercado de Brasília, o Colégio Sériös é uma instituição de período semi-integral e faz parte de um ecossistema de aprendizagem múltipla e humanista para todas as fases escolares. A proposta pedagógica inclui atividades de Arte, Cultura e Tecnologia (ACT), mescladas às demais disciplinas, que visam a aquisição de competências e o desenvolvimento de habilidades indispensáveis para a formação integral. O objetivo é proporcionar uma visão humanista e omnilateral para a formação integral de cidadãos conscientes de suas escolhas.

Como está o preparo dos alunos para o Enem?

Os nossos alunos já fizeram simulados online, juntamente com mais de 30 mil estudantes de todo o Brasil. Nossos professores têm encontros com os alunos por meio de ‘lives’ para ampliar o atendimento. O Enem deste ano conta com diversas mudanças. Entre elas, as provas digitais serão aplicadas, pela primeira vez, para 100 mil estudantes voluntários nos dias 22 e 29 de novembro. Entretanto, é importante ressaltar: o exame tradicional continua na mesma data – 1 e 8 de novembro.

Quem poderá fazer o exame?

Somente estudantes que já terminaram o Ensino Médio, ou que estejam no 3º ano, poderão fazer essa prova digital. A estimativa do governo é de que, até 2026, o Enem seja 100% digital. Apesar de seguirem o mesmo padrão, as provas tradicionais e as digitais serão totalmente distintas, o que não levantará dúvida de autenticidade.

Como vocês enxergam estas mudanças instauradas a partir da pandemia?

Para o Colégio Seriös, a mudança da aplicação das provas para o âmbito digital é uma tendência observada mundialmente. Desde julho de 2019, o governo vem aplicando sistemas testados em outros países. Mas é preciso levar em consideração aspectos como a desigualdade de acesso aos meios digitais e a necessidade de nivelar a dificuldade dos dois formatos durante o período de transição. As escolas privadas, com maiores recursos, certamente sairão na frente em termos de adequação ao novo processo. Provavelmente, nesse momento de transição, o ENEM digital aumente a desigualdade entre estudantes da rede particular e os da rede pública.

 Como resolver este problema?

Esperamos que o Enem Digital, assim como a versão em papel, proporcione condições para que todos os estudantes do Brasil tenham as mesmas chances de aprovação nas grandes universidades. O ideal é que a conquista da tão sonhada vaga só dependesse das habilidades, competências e proficiências de cada candidato, o que, infelizmente, ainda não acontece hoje em dia. Mas nossa orientação aos alunos é que optem pela versão tradicional do Enem, uma vez que ainda não sabemos direito como se dará este processo.

 

ANOTE AÍ!

Atenção para as datas:

  • 11 a 22 de maio – Inscrição ENEM 2020
  • 28 de maio – Prazo para pagamento
  • 1 e 8 de novembro – Provas Tradicionais
  • 22 e 29 de novembro – Provas Digitais
  • Janeiro de 2021 – Resultado do ENEM

 

SERVIÇO:

Colégio Seriös

SGAS 902, BL. C, LT. 75, Asa Sul

Telefone: (61) 3049-8800

_____________________________________________________________

Soluções Tecnológicas

Programa estimula inovação de startups

 A Petrobras e o Sebrae acabam de lançar o segundo edital do Programa Petrobras para Inovação – Módulo Startups, voltado a atrair soluções tecnológicas para bens e serviços de startups e pequenas empresas de todo país. O novo edital fornecerá até R$ 10 milhões para viabilizar a geração de inovações com implantação efetiva nas operações da companhia.

_____________________________________________________________

Solidariedade

BB doa equipamentos para

iniciativas de combate à Covid-19

Em mais uma ação para combater os efeitos da pandemia de coronavírus, o BB doou cerca de 650 bens móveis usados para a Universidade de Brasília (UnB). Os equipamentos serão utilizados na instalação da Unidade de Inteligência Cooperativa para Enfrentamento da Covid-19, na área do Parque Científico e Tecnológico daquela instituição de ensino. São equipamentos eletroeletrônicos (CPUs e computadores), utensílios e mobiliários (mesas, gavetas e painéis) que passam a compor a estrutura utilizada por um grupo multidisciplinar, formado por representantes da UnB e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). No espaço, que deverá começar a funcionar ainda neste mês, eles conduzirão estratégias de integração da atenção e vigilância à saúde para o enfrentamento da Covid-19. Com as informações do grupo, a expectativa é de que gestores estaduais e municipais tenham mais um suporte para a tomada de decisões em relação às melhores estratégias de enfrentamento à pandemia em seus territórios. O projeto visa apoiar ações de pelo menos 100 municípios das cinco regiões do país, além do Distrito Federal, a melhorar sua capacidade de atenção, prevenindo a propagação do novo coronavírus e o colapso no sistema hospitalar.

_____________________________________________________________

Tarifa Social

Caesb muda esquema de cobrança de tarifas

A partir do dia 1º de junho, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) aplicará as alterações provocadas pela Lei Distrital no. 6.272/2019, que implementa uma nova forma de cobrança das tarifas de água e esgoto no DF. A principal mudança na nova tabela é o fim do consumo mínimo de 10m³ por mês, relativos ao fornecimento de água de cada unidade de consumo. Com o fim da cobrança do consumo mínimo, o pagamento se dará pelo consumo efetivamente medido. Passa a ser arrecadada uma tarifa fixa de R$ 8,00 para a categoria residencial e R$ 21,00 para não residencial, além da cobrança do valor efetivamente consumido de água e de esgoto. Hoje, 40% da população do DF estão na faixa de consumo de até 7 m³/mês e terão redução de até 65% na sua fatura. Um dos principais objetivos dessa mudança é estimular um uso mais racional e consciente de água, premissa presente em toda a nova estrutura. Ou seja, quem economizar mais, pagará menos. A principal inovação é a ampliação substancial do número de beneficiados pela tarifa social, de 3 mil para aproximadamente 70 mil famílias, com renda per capita entre zero e R$ 178. Para ter direito à Tarifa Social, basta que o titular da conta de água seja beneficiário do Programa Bolsa Família e esteja com CPF cadastrado e atualizado no CadÚnico pela SEDES.

_____________________________________________________________

PPP

Setor Comercial Sul ganha reformas de banheiros

 A Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF), em parceria com empresas, está realizando a reforma de banheiros públicos no Setor Comercial Sul (SCS) para a população do DF. A entrega oficial foi feita pelo presidente da ACDF, Fernando Brites, no último dia 13, e faz parte de um projeto da ACDF, apresentado ano passado para o governador Ibaneis Rocha, que visa transformar o local em um setor tecnológico, gastronômico e criativo.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here