Entenda a enorme diferença entre o gado de esquerda e os de direita, são rebanhos totalmente diferentes. O homem é um animal social, portanto, vive em “rebanho”.

A direita, muitas vezes, me parece um rebanho de bisontes. São cegos pra muitas coisas e se “assustam” com qualquer barulho, mas quando a manada “estoura” é difícil parar. Dão uns tropeções, erram o caminho, mas continuam correndo.

É uma união tão forte que, em algumas situações, como a greve dos caminhoneiros, até a esquerda tentou manipulá-la para defender outros interesses. Sabem que, hoje, no Brasil, não existe nenhum movimento que se equivalha.

Bisontes não são pastoreados. Bolsonaro não é defendido, com tanto afinco porque está no comando; mas porque é parte da manada.

Corre junto, tropeça junto, erra junto. Os que defendem o Presidente são os mesmos que já o defendiam enquanto deputado do baixo clero; que falava palavrão, xingava repórter, não seguia ordens do partido.

A mídia o odeia e nós odiamos a mídia, a esquerda o odeia e nós odiamos a esquerda, o STF o odeia e nós odiamos o STF.

E não passamos a odiá-los porque ele se elegeu. Já os odiávamos antes; tanto que votamos justamente no cara que eles odiavam. Não é causa. É consequência.

Se, hoje, Bolsonaro começar a defender a quarentena, por exemplo, terá toda a direita contra ele; como aconteceu quanto cogitou nomear seu filho como embaixador.

Não estamos contra as arbitrariedades dos governadores e prefeitos porque o Presidente mandou. Estamos contra porque buscamos informações além da mídia, porque não aceitamos barganhar a nossa liberdade, porque não admitimos que traidores, como Dória e Witzel, manipulem dados, façam farra com dinheiro público e violem nossos direitos Constitucionais.

Não é a direita que segue o Bolsonaro; é o Bolsonaro que segue a direita. E é por isso, por ser alinhado com seus eleitores, que tem tanto apoio popular e espontâneo.

E é por isso, que gado de esquerda, o das ovelhas, o odeiam tanto.

Ovelhas precisam de pastores. Ovelhas não seguem ovelhas. Portanto, as ovelhas não entendem quando o “líder” faz parte do rebanho.

Para elas, o certo é seguir para onde aponta o cajado. Mesmo que, de tempos em tempos, sejam tosquiadas, continuarão felizes enquanto tiverem pasto. Gado? Todos somos.

A diferença é que um rebanho corre solto e o outro aceita ser confinado.

“Um povo que aceita passivamente a corrupção e os corruptos, não merece a liberdade. Merece a escravidão: (MAQUIAVEL, Nicolau)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here