Bolsonaro segura caneta

Bolsonaro decretou no final desta terça-feira mudanças nas regras de aquisição, registro, posse, porte e comercialização de armas.

O decreto vale para colecionadores, atiradores esportivos e caçadores. Durante cerimônia no Palácio do Planalto disse o presidente:

“O nosso decreto não é um projeto de segurança pública. É, no nosso entendimento, algo mais importante. É um direito individual daquele que, porventura, queira ter uma arma de fogo, buscar a posse, que seja direito dele, respeitando alguns requisitos”.

Segundo o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, decreto dessa terça, garantirá a caçadores, atiradores desportivos o direito de “transitar livremente” no país.

Os detalhes do decreto serão divulgados amanhã no Diário Oficial da União. Porém, foi adiantado que:

-Direito a 50 cartuchos passará para 1000
-Livre trânsito com arma munida
-Praças das Forças Armadas com dez anos ou mais de experiência terão o direito ao porte de arma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here